Morfogênese in vitro de explantes juvenis e adultos de braúna (Melanoxylon brauna) e jacarandá caviúna (Dalbergia nigra), espécies da Floresta Atlântica

Resumo: Na Floresta Atlântica encontra-se nas Matas de encosta a braúna (Melanoxylon brauna Schott) e nas Florestas de Tabuleiros quatro formações vegetais distintas: Floresta Alta De Terra Firme, Floresta de Mussununga, Floresta de Várzea e os Campos Nativos. Esta floresta é bastante rica e diversificada, apresentando algumas espécies arbóreas como o jacarandá caviúna ou jacarandá da Bahia (Dalbergia nigra (Vell.) Fr. All. Ex Benth), em risco de extinção. A braúna e o jacarandá caviúna pertencem à família Fabaceae, a primeira espécie apresenta uma madeira muita densa e a casca é utilizada em curtumes, para a extração de tintura negra e, a seiva, na medicina e indústria; a segunda é muito utilizada na marcenaria de luxo, construção de instrumentos de corda, e na fabricação de pianos. É notória a degradação da Floresta Atlântica, pela ação antrópica e, a cada instante aumenta a preocupação com este bioma, a considerar a enorme biodiversidade nele contida. Para isto algumas estratégias precisam avançar com o objetivo da conservação, como a preservação das espécies em que no ambiente natural torna-se impossível. Desta forma algumas técnicas podem ser utilizadas, como o armazenamento de fontes de propágulos, como as sementes em ambientes controlados; bancos de germoplasmas in vitro e a multiplicação in vitro em larga escala utilizando explantes juvenis e adultos. Com a cultura de células e tecidos vegetais, é possível produzir industrialmente materiais propagativos; manter massas pró-embriogênicas em estado de repouso para depois ativar a emissão de embriões somáticos e até mesmo a produção de sementes sintéticas. Nesse sentido, o objetivo geral do presente projeto é a multiplicação in vitro em larga escala através da organogênese e produção de sementes sintéticas pela embriogênese somática de explantes juvenis e adultos de espécies nativas da Floresta Atlântica.

Data de início: 2017-01-02
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Elisa Regina da Silva
Aluno Mestrado Maricélia Moreira dos Santos
Aluno Mestrado Ingridh Medeiros Simões
Coordenador Marcos Vinicius Winckler Caldeira
Pesquisador Liana Hilda Golin Mengarda

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910