Propagação vegetativa de sapucaia e ingá por miniestaquia de matrizes seminais.

Resumo: As espécies Lecythis pisonis Cambess e Inga edulis Martius são de grande interesse para uso em restauração de áreas degradadas e para produção comercial de frutos. Entretanto, ambas as espécies, possuem limitação na propagação. Para a sapucaia, o problema é a baixa produção de sementes e a pequena taxa de germinação, além de intensa predação das mesmas, por animais. Em relação ao ingá, a limitação está relacionada à rápida perda de viabilidade das sementes, que são recalcitrantes. Devido a esses problemas, existe interesse no desenvolvimento de técnicas de propagação vegetativa que permitam a clonagem massal de suas mudas.Assim, o objetivo do estudo será avaliar o potencial propagativo das espécies florestais sapucaia e ingá por meio da técnica de miniestaquia a partir de matrizes de origem seminal. O experimento será conduzido em delineamento em blocos casualizados (DBC), utilizando duas espécies (sapucaia e ingá) e quatro concentrações de ácido indol-3-butíricoAIB (0 mg L-1; 2000 mg L-1; 4000 mg L-1 e 6000 mg L-1), com cinco repetições, sendo a unidade experimental constituída por 40 miniestacas.Serão realizadas coletas sucessivas de brotações aos 30, 60, 90 e ao final de 120 dias em casa de vegetação, serão realizadas as seguintes avaliações: Porcentagem de enraizamento e sobrevivência das miniestacas, crescimento em altura da parte aérea e diâmetro do colo das mudas e determinação do comprimento, área superficial e diâmetro das raízes e análise bioquímica de extração de açúcares redutores e amido. Os dados serão interpretados estatisticamente, teste de médias (Teste de Tukey a 5% de probabilidade) e regressão linear (para as concentrações de AIB). O presente estudo será o início das pesquisas com propagação assexuada da sapucaia e do ingá por origem seminal e poderá contribuir na iniciativa de produção de mudas para uso em plantios comerciais e, ou restauração de áreas degradadas.

Data de início: 2016-01-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Bruna Tomaz Sant´Ana
Coordenador Elzimar de Oliveira Gonçalves
Pesquisador Rodrigo Sobreira Alexandre
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910