Influência do tamanho e da composição de amostras na acurácia de inventários florestais

Resumo: Este trabalho tem como objetivo avaliar o desempenho de delineamentos de amostragem na estimação de variáveis quantitativas de interesse em inventários florestais, especialmente o volume. Para isso, pretende-se construir um banco de dados que será dividido em duas populações, sendo uma heterogênea, com diferentes idades, e outra mais homogênea, provenientes de um inventário florestal de Pinus sp, com 450 unidades amostrais de 0,1 ha. Na sequência, será realizada uma simulação a fim de obter um inventário piloto com diferentes tamanhos de amostra. Para as amostras que apresentarem o erro de amostragem maior que 10%, será calculada a intensidade amostral ótima. Posteriormente, será verificado se a intensidade amostral é suficiente para encontrar estimativas da média com erro de no máximo ±10%, a 95% de probabilidade, simuladas cada uma dez mil vezes. Com base nesta análise, será possível verificar se e como os tamanhos e composições de amostras influenciam a precisão e exatidão das estatísticas de inventário e qual o grau de confiabilidade das mesmas.

Data de início: 2020-08-01
Prazo (meses): 18

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Adriano Ribeiro de Mendonça
Pesquisador CHRISTIANO JORGE GOMES PINHEIRO
Vice-Coordenador Gilson Fernandes da Silva
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910