RELAÇÃO ENTRE ANÉIS DE CRESCIMENTO E PROPRIEDADES FÍSICO-MECÂNICAS DA MADEIRA DE Pinus spp.

Nome: Raynord Mayard
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 17/07/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Pedro Gutemberg de Alcântara Segundinho Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Fabricio Gomes Gonçalves Examinador Interno
João Gabriel Missia da Silva Examinador Externo
Lorenzo Lube dos Santos Coorientador
Pedro Gutemberg de Alcântara Segundinho Orientador
Rejane Costa Alves Examinador Externo

Resumo: O emprego estrutural da madeira do gênero Pinus é crescente, devido à carência de madeiras nativas, convencionalmente utilizadas para fins estruturais. Por isso, é importante identificar as características desse material estrutural para suas determinadas aplicações a fim de garantir o bom desempenho e resistência durante a sua vida útil nas construções. Nesse sentido, o objetivo geral foi avaliar a relação dos anéis de crescimento com as características físico-mecânicas e visuais da madeira de Pinus spp. Foram utilizados corpos de prova da madeira de Pinus spp., com dimensões de aproximadamente 89 × 39 × 90 [mm3]. Na metodologia, a densidade
aparente foi avaliada conforme norma técnica, e foram contados os anéis de
crescimento de cada amostra. Foi analisada a proporção de lenho tardio de cada corpo de prova mediante o software image J. Em seguida, foram realizados os ensaios mecânicos e compararam-se os valores da resistência à compressão normal de acordo com os requisitos de três normas estudadas. Os corpos de prova, com maior número de anéis de crescimento por polegada, tiveram maior densidade aparente, e por consequência maiores foram as propriedades mecânicas; módulo de elasticidade médio (Ec90) de 451,89 [MPa] e a resistência à compressão normal às fibras média 10,83 [MPa] pelo método da ABNT; 11,92 [MPa] pelo método da ISO e 10,50 [MPa] pelo método da ASTM. Os resultados de Fc90 das três normas analisadas entre as classes Tangencial denso, Tangencial não denso, Radial tangencial denso, Radial tangencial não denso e Medular foram diferentes. A avaliação dos anéis de
crescimento e densidade aparente demostraram contribuições significativas para as propriedades mecânicas do Pinus spp.

Palavras-chave: Lenho tardio; Densidade aparente; Módulo de elasticidade;
Compressão normal às fibras.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910