Morfogênese in vitro de explantes juvenis e adultos de braúna (Melanoxylon brauna) e jacarandá caviúna (Dalbergia nigra), espécies da Floresta Atlântica

Resumo: Na Floresta Atlântica encontra-se nas Matas de encosta a braúna (Melanoxylon brauna Schott) e nas Florestas de Tabuleiros quatro formações vegetais distintas: Floresta Alta De Terra Firme, Floresta de Mussununga, Floresta de Várzea e os Campos Nativos. Esta floresta é bastante rica e diversificada, apresentando algumas espécies arbóreas como o jacarandá caviúna ou jacarandá da Bahia (Dalbergia nigra (Vell.) Fr. All. Ex Benth), em risco de extinção. A braúna e o jacarandá caviúna pertencem à família Fabaceae, a primeira espécie apresenta uma madeira muita densa e a casca é utilizada em curtumes, para a extração de tintura negra e, a seiva, na medicina e indústria; a segunda é muito utilizada na marcenaria de luxo, construção de instrumentos de corda, e na fabricação de pianos. É notória a degradação da Floresta Atlântica, pela ação antrópica e, a cada instante aumenta a preocupação com este bioma, a considerar a enorme biodiversidade nele contida. Para isto algumas estratégias precisam avançar com o objetivo da conservação, como a preservação das espécies em que no ambiente natural torna-se impossível. Desta forma algumas técnicas podem ser utilizadas, como o armazenamento de fontes de propágulos, como as sementes em ambientes controlados; bancos de germoplasmas in vitro e a multiplicação in vitro em larga escala utilizando explantes juvenis e adultos. Com a cultura de células e tecidos vegetais, é possível produzir industrialmente materiais propagativos; manter massas pró-embriogênicas em estado de repouso para depois ativar a emissão de embriões somáticos e até mesmo a produção de sementes sintéticas. Nesse sentido, o objetivo geral do presente projeto é a multiplicação in vitro em larga escala através da organogênese e produção de sementes sintéticas pela embriogênese somática de explantes juvenis e adultos de espécies nativas da Floresta Atlântica.

Data de início: 2017-01-02
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem crescente Nome
Pesquisador Liana Hilda Golin Mengarda
Pesquisador Rodrigo Sobreira Alexandre
Pesquisador Elzimar de Oliveira Gonçalves
Coordenador Marcos Vinicius Winckler Caldeira
Aluno Mestrado Ingridh Medeiros Simões

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910